Lousada, 2017
Ano Municipal do Ambiente e Biodiversidade

Escaravelho da Palmeira

(Rhynchophorus ferrugineus)

Tendo sido observados sintomas da presença do organismo Rhynchophorus sp. vulgarmente conhecido por escaravelho da palmeira em palmeiras instaladas em jardins particulares do nosso concelho. A Câmara Municipal de Lousada alerta para o facto de que, caso sejam observados sintomas da presença desta praga, devem ser contactados os Serviços da DRAP Norte através do número 229 574 029, ou eventualmente a autarquia, afim de se proceder à tramitação dos procedimentos legais preconizados na legislação fitossanitária em vigor.

Esteja atento aos primeiros sintomas. A intervenção nesta fase, com os meios apropriados, pode salvar a planta.

Assim, e tendo em consideração as diversas partes que constituem a palmeira, a maneira mais prática de detetar a eventual presença do inseto é através da observação de um ou vários dos seguintes sinais e/ou sintomas:

- coroa desguarnecida de folhas jovens no topo ou com aspeto achatado pelo decaimento das folhas centrais;

- folhas do topo caídas com sinal de desigual inserção;

- orifícios e galerias na base das folhas podendo conter larvas ou casulos com pupas e/ou adultos

- folíolos roídos e desiguais;

- presença de orifícios na zona de corte das podas;

- restos de fibras.

No caso da espécie Phoenix Canariensis, palmeira das canárias, os estragos localizam-se principalmente no topo ou coroa da palmeira.

 

O corte das folhas em bisel é um dos sintomas da atividade alimentar das larvas de Rhynchophorus Ferrugineus (em forma de V).

 

Sintomas da atividade alimentar das larvas de Rhynchophorus Ferrugineus (na extremidade das folhas – truncadas).


Aspeto de sintomas iniciais com decaimento das folhas pela ação do Rhynchophorus Ferrugineus.


Aspeto da palmeira afetada pelo Rhynchophorus Ferrugineus.

Próximos eventos
© 2013 Cm Lousada Todos os direitos reservadosDesenvolvido por