Lousada, 2017
Ano Municipal do Ambiente e Biodiversidade

Oppidum IV 2010

O presente número da Oppidum confirma, uma vez mais, a qualidade e abrangência dos conteúdos de uma revista de Arqueologia, História e Património que, entrando já no quinto ano de publicação, apresenta não apenas uma já vincada maturidade, como, igualmente, uma singular pluralidade de estudos, análises e investigações, proporcionando contributos de reputado interesse para a comunidade científica, para os demais interessados e para o público em geral.

Aliás, esta conjugação de valores revela, no mínimo, duas realidades que importa sublinhar. Por um lado, a existência, pelo País, de uma variada gama de projectos arqueológicos voltados para a preservação da nossa matriz histórica e cultural; por outro, a disponibilidade e entusiasmo de muitos investigadores, para partilharem os seus estudos e conclusões. 

Daí ser possível, nesta edição, desenhar, a partir de Lousada – nomeadamente através dos artigos relativos à arte rupestre na Serra dos Campelos e ao acompanhamento arqueológico do Salão Paroquial de Nespereira –, um círculo
perfeito, com uma apreciável amplitude geográfica, envolvendo S. João de Tarouca, Penafiel, Amarante, Vieira do Minho e Arcos de Valdevez, reunindo testemunhos, práticas e trabalhos que exemplificam o muito do que tem sido feito para a salvaguarda e promoção do nosso património arqueológico.

E, sendo verdade que o conhecimento do passado se justifica, sobretudo, para a compreensão do presente, é igualmente verdade que o presente se desenvolve em direcção ao futuro. Por isso, a necessidade de projectar e planear de forma coerente e sustentada, compatibilizando os interesses das populações e o adequado ordenamento do território. Daí se revestir de plena oportunidade a interessante abordagem acerca dos Planos Directores
Municipais enquanto instrumentos de desenvolvimento, um dos temas também deste número. 

Por fim, e sem esquecer os artigos dedicados à salvaguarda do nosso património móvel (têxteis, papel e madeiras) e imóvel, cumpre-me agradecer as excelentes colaborações recebidas e felicitar a equipa coordenadora por mais esta demonstração de competência e profissionalismo, já que a Oppidum – que apresenta o mais volumoso dos números já publicados – se afigura, um documento de referência cada vez mais incontornável pelo seu rigor científico e notória
qualidade gráfica.

Lousada, 1 de Outubro de 2010

O Presidente da Câmara Municipal de Lousada,
Dr. Jorge Magalhães



Próximos eventos
© 2013 Cm Lousada Todos os direitos reservadosDesenvolvido por